Descrição

Cada laboratório clínico segue sua própria lógica ao decidir como implementar analisadores automatizados para análise de urina, acredito. Por exemplo, todas as amostras para as quais a microscopia de sedimento de urina é solicitada podem ser testadas primeiro usando um analisador aonde somente amostras positivas em exames de tiras serão submetidas a testes por esse analisador, ou todas as amostras provenientes de departamentos de urologia examinadas por microscopia manual já que os analisadores podem não notar cânceres. Neste contexto, a falta de sinais clinicamente importantes iria tornar-se menos frequente à medida que estabelecemos condições mais rigorosas para a implementação de analisadores.