Responda as perguntas do Webinar Possível diagnóstico de malária usando o analisador hematológico modelo XE-2100 de Sysmex e emita seu certificado.

Aproximadamente, qual quantidade da população mundial se encontra em risco de contrair malária?
Que países apresentam a maior incidência de infecção por malária?
O vetor de transmissão da malária é:
Qual parasita causa a malária?
O método padrão para o diagnóstico de malária, usado por mais de 100 anos tem sido:
Quais são as formas de realizar o diagnóstico de malária?
Qual é a diferença principal entre gota espessa e o esfregaço sanguíneo?
Que método emprega a marcação de ácidos nucléicos com fluorescência, os padrões de dispersão de luz gerados pela presença de hemozoína e o tamanho dos parasitas para a detecção de malária?
Duas alterações no hemograma de pacientes com malária são:
Que é alfa hematina?
O que produz o parasita para se defender da alfa hematina?
Como são observados os cristais de hemozoína ao microscópio?
Que populações se veem alteradas no escatergrama da diferencial na presença de Plasmodium?
No estudo do Dr. Campuzano, a malária dos pacientes era decorrente de quais espécies de Plasmodium?
Além das alterações no escatergrama da diferencial, qual outra característica ajuda no diagnóstico de malária?
O objetivo do Dr. Campuzano e equipe foi desenvolver, validar e testar a precisão do diagnóstico de vários modelos de diagnóstico para Plasmodium vivax e Plasmodium falciparum, quais são eles?
Quais escatergramas apresentam a maior quantidade de alterações associadas à malária?